• Pr. Adelcio Ferreira

Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.

Atualizado: 18 de fev. de 2021


Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; A bênção, quando cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, que hoje vos mando; Porém a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do Senhor vosso Deus, e vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno Deuteronômio 11:26-28

sabendo a diferença entre algumas situações emocionais que ate mesmo chegam a ponto de adoecer as pessoas, irá te ajudar a falar com mais clareza com Deus a sobre áreas da sua vida que precisam ser trabalhadas.

Existem doenças psicossomáticas que estão relacionadas a libertação de traumas, situações corriqueiras que seguem gerações e nós chamamos de espíritos familiares.

Vamos te dar uma luz aqui. Será que você consegue identificar isso na sua vida?

A ação de situações que você já presenciou e sua família se repetindo na sua vida ou de um parente?

...porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. Êxodo 20:5

-----------------------------------------

Angústia

Caracterizada por um sentimento negativo acentuado que parece não ter fim, a angústia costuma surgir sem causa aparente. Na maioria das vezes é espiritual. É um espirito pago, por trabalhos, oferendas e sessões malignas que incluem seu nome, para destruir sua família, seu casamento, sua felicidade, enfim sua vontade de viver.

Algo enviado pelas maldades de alguém que não de suporta, e deseja ver sua alegria. Essa opressão maligna pode também causar sintomas físicos como um aperto no peito, sensação de nó na garganta, peso sobre os ombros e nuca, tensão muscular, sensação de um buraco no estômago, entre outros.

Na minha angústia clamei ao Senhor; e o Senhor me respondeu, dando-me ampla liberdade. Salmos 118:5

-----------------------------------------

Medo

Busquei o Senhor, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores. Salmos 34:4

O medo é uma reação natural do corpo diante de situações de perigo. Surge rapidamente após o reconhecimento de uma ameaça e vai embora assim que essa ameaça é eliminada. Trata-se de um estado psíquico automático que ocorre diante de situações que necessitam a avaliação de uma ameaça ou perigo a fim de encontrar o melhor plano de ação para garantir a segurança e integridade do indivíduo.

O excesso de medo, síndrome de pânico paralisa a pessoa. Deixa de ser algo normal e começa a causar desconforto, insegurança e as vezes se torna em pavor.

A pessoa começa a ver vultos, ouvir vozes. Não consegue andar dentro de sua própria casa a noite, ou levantar ate mesmo para ir ao banheiro.

O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor? O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo? Salmos 27:1

-----------------------------------------------

Ansiedade

Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma. Salmos 94:19

Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. 1 Pedro 5:7

Assim como o medo, a ansiedade é uma reação natural do corpo, mas que dessa vez ocorre diante da perspectiva de perigo. Em outras palavras, não é preciso uma ameaça real para que a ansiedade se faça presente: a simples ideia, ou antecipação, da ameaça é o bastante. Trata-se de uma emoção voltada para o futuro, provocada principalmente pela imprevisibilidade das situações.

Ela se manifesta em situações como antes de uma prova importante, uma entrevista de emprego, uma performance, ou até mesmo antes de conversar com uma pessoa interessante. Até aí, ela é considerada normal, mas pode se tornar patológica a partir do momento em que ela se torna constante e exacerbada.

A ansiedade, diferentemente do medo, envolve uma série de outros fatores a falta de controle da situação, a incerteza, e vulnerabilidade e a incapacidade de obter os resultados desejados. Ela é permeada por questões de “e se”, como por exemplo, “E se eu for mal na prova?”, “E se a empresa não gostar de mim?”, “E se essa dor que estou sentido for algo sério?”.

Outra diferença é que a ansiedade não traz a tendência à ação, pelo contrário: o indivíduo pode até mesmo ter seu funcionamento prejudicado diante da suposta ameaça. Enquanto uma pessoa sendo perseguida por um cachorro está com medo e resolve fugir por conta disso, uma pessoa ansiosa pode ver um cachorro qualquer na rua e paralisar, mesmo que o cão não esteja nem mesmo olhando para ela.

Isso é muito visto quando a pessoa não consegue lidar com nenhum tipo de incerteza, está sempre pensando em possibilidades perigosas que são pouco prováveis, e isso causa sintomas exacerbados de ansiedade. Também é possível que o indivíduo veja perigo onde ele não existe, o que é comum em situações de fobia.

Vale lembrar que a ansiedade e o medo, apesar de diferentes, costumam andar juntos. Um exemplo seria; estou com medo de subir de elevador, porque se no seu homem, ou mente interior ele se pergunta constantemente “e se o elevador travar e ninguém vier socorrer?

O coração bem-disposto é remédio eficiente, mas o espírito oprimido resseca os ossos. Provérbios 17:22

--------------------------------------

Pre- ocupação

Dirigindo-se aos seus discípulos, Jesus acrescentou: "Portanto eu digo a vocês: Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir. A vida é mais importante do que a comida, e o corpo, mais do que as roupas. Observem os corvos: não semeiam nem colhem, não têm armazéns nem celeiros; contudo, Deus os alimenta. E vocês têm muito mais valor do que as aves! Lucas 12:22-24

A preocupação é mais um daqueles sentimentos negativos naturais do nosso ser. Todos se preocupam com uma coisa ou com outra. Ela é importante para nossa vida pois nos ajuda a pensar em soluções para possíveis problemas antes mesmo que eles aconteçam. É o caso de pegar um guarda-chuva antes de sair de casa: você se preocupa se irá chover.

O problema é que a preocupação também pode ser diabólica, e está envolvida no desenvolvimento de transtornos de ansiedade.

-----------------------------------------

Estresse

Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças” (Filipenses 4:6).

Todos os dias do aflito são maus, mas a alegria do coração é banquete contínuo” (Provérbios 15:15)

Por último, o estresse é um termo oriundo da biologia, e ocorre quando um organismo é submetido a uma sobrecarga de esforço ao qual ele não está acostumado.

Ele pode ser também oriundo de situações traumáticas como a morte de um ente querido, ou de situações corriqueiras, como uma sobrecarga de trabalho psíquico — o que costuma acontecer com profissionais de diversas áreas.

Embora frequentemente confundidos, os termos angústia, medo, ansiedade, preocupação e estresse são bem diferentes entre si. Alguns desses sentimentos andam em conjunto, enquanto outros nem mesmo estão relacionados.

Contudo, sabendo a diferença entre eles irá te ajudar a falar com mais clareza com Deus a sobre áreas da sua vida que precisam ser trabalhadas.


Deus abençoe sua vida.

Pr. Adélcio Ferreira - IBPMG



6 visualizações0 comentário