• Pr. Adelcio Ferreira

Vinho novo se pôe em odres novos


Vinho novo em Odres novos.

Arreda-te Satanás.


Quando somos separados para servir ao Senhor, algo se torna muito importante. Deus nos dá ouvidos para ouvi-lo. Porém quando estamos em fase de aprendizado e discipulado Ele nos ensina a ouvir a Ele, através de outros que nos discipula, nessa faze da vida cristã, Jesus nos dá ouvido para escutar a outros líderes. Não somos capazes de discernir sua voz perfeitamente.

E nessa semana desde domingo o Senhor vem falando muito comigo através de sonhos, de ministrações, pessoas que entram em contato para relatar acontecimentos relacionados ao que fazemos ministerialmente, e secularmente. Nessas horas ouvir Deus falar se torna algo muito pessoal. A cada movimento, a cada mensagem que chega, a cada mudança de caminho Deus pode falar.


Quando você já está separado para obra dEle, o Senhor vai falar com você pessoalmente, Ele não mudou. Então o SENHOR falou consigo mesmo: “Ocultarei de Abraão o que planejo realizar? (Gn 18.17). Quando você está debaixo de uma unção ministerial, pastoral, discipuladora, Deus vai falar com quem tem a tutela sobre o seu discipulado.

Estou vivendo um mês de intensas revelações de Deus, pregando encima delas, e trazendo uma Palavra viva e eficaz a partir do Evangelho de Marcos. No capítulo 8 deste Evangelho, vemos Marcos falando acerca de uma exegese assim: Nesse capitulo apenas, o Senhor Jesus faz a segunda multiplicação de pães, os fariseus exigem um sinal, Jesus fala sobre o fermento dos fariseus, cura um cego, e quando ele pergunta acerca de quem o povo dizia ser Ele, A Bíblia diz: Eles responderam: Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias ou um dos profetas. / E vocês? perguntou ele. Quem vocês dizem que eu sou?/ Pedro respondeu: “O senhor é o Cristo (o Ungido, o Messias)! Pedro declara sua fé, e vai esse capitulo finalizar com Jesus predizendo a sua morte.


Então Jesus começou a lhes ensinar que era necessário que o Filho do Homem sofresse muitas coisas e fosse rejeitado pelos líderes do povo, pelos principais sacerdotes e pelos mestres da lei. Seria morto, mas três dias depois ressuscitaria. Enquanto falava abertamente sobre isso com os discípulos, Pedro o chamou e o repreendeu por dizer tais coisas.

Aqui encontramos um odre velho. Um discípulo que não queria mais ouvir. Esse tinha um grande potencial, e satanás lhe encheu o coração de orgulho. Daquilo que praticamente seria o bastante para Pedro começar a rejeitar a instrução de Deus através de Cristo. Segundo Jesus, descrito por João (João 21.18), Pedro em Jovem, menino na fé. E, Satanás encheu o coração dele, para pensar diferente daquilo que ele era.


Esse tem sido o ponto que muitos se perdem. Não estar prontos para ouvir, tardio para falar, tardio para irar (Tiago 1.19). Não é bom irar, nem falar, ao ouvir. Quando isso fazemos revelamos o que tem dentro de nós. Rejeitamos o ensino e passamos a viver instruindo a nós mesmos, em vez que acatar a instrução. A pessoa passa a considerar as coisas apenas do ponto de vista humano, e não da perspectiva de Deus (Pedro se deixou levar pelo maligno e estava olhando apenas os seus interesses, com relação a implantação do reino de Deus aqui na terra).

Jesus se virou, olhou para seus discípulos e repreendeu Pedro. “Arreda-te de mim, Satanás!” (Satanás estaria interferindo na opinião de Pedro), disse Jesus à Pedro. A influência do mundo espiritual, das trevas se colocou entre Jesus e Pedro. Porém com discernimento, Jesus repreendeu ao diabo. Porém isso não fez Pedro mudar suas convicções, nem seu modo de pensar, nem mesmo de um odre velho, para um odre novo.


As vezes não basta ser um obreiro, um líder, um pastor, ou um homem de Deus. Precisa estar em Deus, em Cristo. Pedro passou muito tempo ao lado de Jesus, sentou para ouvir, dormiu ao lado dEle, comeu com ele, como Pedro mesmo diz na sua segunda epistola: Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente inventadas; mas nós mesmos vimos a sua majestade. 2Pedro 1:16.

Porém esse Pedro da epistola foi salvo pela oração do mestre quando ainda era um discípulo nos dias de Cristo nesse mundo. Esse apóstolo Pedro, é outro homem, curvado aos ensinos de Jesus e ao novo nascimento, não é mais o Pedro religioso que andava com Cristo nos dias de sua carne;

Acerca daquele antigo Pedro Jesus disse: Disse também o Senhor; Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte. Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces. (Lucas 22.31-34).


Cuidado! Você pode estar na bola da vez. Assim como Pedro não conhecia as estratégias do diabo, nem mesmo o mundo espiritual, talvez você também não conheça tanto assim como pensa que conhece. Em tempos de instrução, como no exército, assim também é no batalhão de Cristo sobre a terra. Sim senhor, não senhor são as palavras corretas, volte a ouvir, e obedecer pois é ‘melhor do que sacrificar. A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda. Pv 16.18.


Pedro foi restaurado, e alguns também são, porem muitos se perdem. Deixam de ser bênçãos a muitos outros, por que são temporãos, frutos que nascem fora do tempo, não produz nada, só contenda, confusão, e acabam se perdendo. Vinho novo se põe em odres novos. A quem muito é dado, muito é cobrado.

Só Pedro escreve assim: Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (1 Pedro 5:8). Não se embriague do vinho do inferno. Efésios 5.18. O vinho de satanás é colocado em odres velhos, o de Jesus, é colocado em odres novos, esse vinho é o próprio Cristo, que Pedro dizia ser, e isso até o diabo sabe. Esse vinho só se coloca em odres novos.


Deus abençoe.

Pr. Adélcio Ferreira - IBPMG

5 visualizações0 comentário